Como falir uma empresa


queda.gif

Empresas vão à falência ou ficam estagnadas por diversas razões. Vamos falar de uma delas aqui: atendimento ao cliente ruim.

A sensação de ser mal atendido é horrível, e todo mundo já passou por isso. O que mudou com a internet é que agora o consumidor/cliente ganhou mais poder nessa relação. Sua voz pode ser ouvida por toda a sociedade por meio de sites e das redes sociais, mesmo que a empresa queira ignorá-lo. Há sites que oferecem rankings sobre a insatisfação dos clientes com as empresas, e isso tem causado estrago inclusive em várias gigantes por aí.

Muitos empresários ficam focados em outros aspectos do negócio e esquecem da sua razão de existir: o cliente. E não adianta ficar reclamando que é difícil agradar a todos, que é complicado controlar os funcionários e tal. Não existe empresa com 100% dos clientes satisfeitos, porém existem empresas que fazem de tudo para isso e para reverter as conseqüências de uma experiência ruim. Alguns vão longe: Luiza Helena Trajano diz que é capaz de ligar para um cliente insatisfeito – porque, afinal, são eles que garantem o sucesso do Magazine Luiza.

Oferecer uma boa experiência ao cliente vai além de funcionários amáveis e bem treinados. É preciso ir além, deixar sua marca. E para isso você também pode contar com a comunicação (afinal, esse é nosso business), oferecendo, por exemplo, revistas customizadas e promovendo ações com o objetivo de prestigiar clientes fiéis. Desenvolver a comunicação interna também é recomendável em empresas de médio ou grande porte, e em franquias.

Nem todas as empresas podem oferecer um produto ou serviço único ou inovador. No entanto, proporcionar uma excelente experiência de compra está ao alcance de todos nós.