Nome novo para uma antiga prática


Há alguns anos, o marketing de conteúdo (content marketing) se tornou a ferramenta de ouro dos profissionais de comunicação em todo o mundo. Apesar do novo nome, a prática não tem nada de inovadora. Marketing de conteúdo nada mais é que a produção de informação de interesse dos clientes por empresas, com o objetivo de agregar valor, fidelizar e, indiretamente, vender mais.

Um hortifruti que produz uma revista gratuita para seus clientes com textos sobre alimentação saudável, receitas e entrevistas com profissionais da saúde, por exemplo, faz marketing de conteúdo. Ele conhece seu público e lhe oferece informação de seu interesse.

A técnica ganhou mais importância a partir da consolidação das redes sociais e do peso que a troca de informações no mundo digital passou a ter. Assim, hoje se produz conteúdo offline (jornais, revistas) e online (sites, blogs e redes como Facebook, Twitter e Instagram).

O Google também contribuiu para este cenário ao alterar a forma como os resultados de uma busca são posicionados, ampliando a importância do conteúdo oferecido pela página sobre o termo buscado.
Produzir conteúdo de qualidade e adequado ao público e objetivos da empresa dá trabalho. Mas, acredite, pode render resultados melhores do que você imagina.